• Acolher os novos desafios
    Nunca nos podemos esquecer que o tamanho de um problema/desafio está sempre relacionado com o prisma com que olhamos para ele
  • DataCenter
    Aumentar a eficiência e desempenho de todo o DataCenter dos SMSBVC
  • Fibra óptica 2013
    Reestruturar as ligações de fibra óptica das diversas infraestruturas dos SMSBVC e fechar o anel de comunicações
  • CCTV
    Inspecção vídeo de Coletores em CCTV com backup para cloud
  • Acolher os novos desafios
  • DataCenter
  • Fibra óptica 2013
  • CCTV

4. A Empresa

Os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) são um serviço público de interesse local, que se constitui como entidade gestora de infraestruturas públicas. Tem autonomia técnica, administrativa e financeira e é uma entidade explorada nos moldes da contabilidade industrial. As atividades deste organismo centram-se em três grandes ramos: o abastecimento de água, a drenagem de águas residuais e a recolha e valorização de resíduos sólidos urbanos. No abastecimento de água tem como atividades a captação, elevação, reserva, tratamento, transporte e distribuição de água potável. Na drenagem de águas residuais tem como atividades a sua recolha, drenagem e tratamento. Na recolha de resíduos tem como atividades a recolha e transporte de resíduos sólidos urbanos e equiparados e limpeza da área urbana da cidade de Viana do Castelo.

As preocupações com a regulamentação dos serviços de água em Viana do Castelo remontam ao ano de 1928, quando a Comissão Administrativa da Câmara Municipal de Viana do Castelo apresentou as bases para a Municipalização do serviço de águas e respetivo Regulamento para Abastecimento e Consumo , tendo sido constituída e nomeada a Comissão Administrativa dos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo, nos termos do Decreto-Lei n.º 13350 de 25 de março de 1927. Neste seguimento, em 1932 os Serviços Municipalizados contavam já com 1.423 consumidores de água na cidade. Após diversas obras de beneficiação da rede de distribuição de água, os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo, denominação adquirida em 1991, contam, atualmente, com mais de 39.000 consumidores de água. A Imagem 1 representa a rede de abastecimento de água do concelho de Viana do Castelo, onde consta a localização dos reservatórios e as respetivas áreas de abastecimento à população.

agua

Imagem 1- Reservatórios e principais captações do concelho de Viana do Castelo e respetivas áreas de abastecimento à população 

Quanto aos serviços de Saneamento, só em 1971 é deliberada a sua municipalização, advindo daí, e com o apoio de fundos comunitários, um forte incremento da rede de drenagem de águas residuais. O ano de 1999 foi também decisivo para esta instituição, na medida em que se começou a implementar o sistema de saneamento da Orla Litoral Norte, constituído por 8 estações elevatórias e pela Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) da Cidade, que assegura o tratamento dos afluentes domésticos de cerca de 40.000 habitantes. Atualmente estão em funcionamento cinco ETAR, que, com as estações elevatórias e a rede de coletores, constituem os cinco grandes Sistemas de Drenagem e Tratamento de Águas Residuais do Município: Areosa, Zona Industrial, Gelfa, Lanheses/Geraz do Lima e Barroselas. Estes sistemas servem cerca de 30.000 habitantes do concelho. A Imagem 2 representa as bacias de drenagem de águas residuais do concelho de Viana do Castelo, onde consta a localização das estações elevatórias e das estações de tratamento de águas residuais respetivas.

saneamento

Imagem 2 - ETAR e estações elevatórias do concelho de Viana do Castelo e respetivas bacias de drenagem 

Nos últimos 3 anos, os SMSBVC aumentaram em aproximadamente 1000 o seu número de clientes de abastecimento de água e de águas residuais.

Em 1991 a preocupação estende-se à recolha e valorização de resíduos sólidos, começando os Serviços Municipalizados a integrar nas suas atividades à recolha, depósito e tratamento de resíduos sólidos domésticos, assim como à higiene e limpeza urbana, até então a cargo da Câmara Municipal. Em 1998, entra em funcionamento o Aterro Sanitário, cuja gestão foi concessionada à Resulima, S.A. (Imagem 3). Atualmente, a totalidade da população do concelho é servida pela recolha diária de resíduos sólidos urbanos a cargo dos SMSBVC. 

resu

Imagem 3 - Aterro sanitário de Viana do Castelo

Também este sector de atividade dos SMSBVC sofreu um incremento no seu nível de desempenho. A recolha de RSU indiferenciados reduziu significativamente nos últimos anos, resultado da mais abrangente implantação de ecopontos e das campanhas de sensibilização para redução, recuperação e reciclagem dos resíduos.